28 de mai de 2011

Euforia

Não sei se vocês são chegados num ditado popular, mas eu gosto. Quanta sabedoria em frases tão curtas!!! Estava pensando em algo para abrir o post e a frase "quando Deus fecha uma porta abre uma janela", resume bem o meu momento atual.
A Casa de Lanches não esta rolando. Anda mal das pernas, o movimento esta fraco e eu me sinto insatisfeita por vários outros motivos. O horário foi algo que me incomodou desde o início, trabalhar de terça a domindo, 12 a 14 horas por dia, nunca foi meu ideal.
E eu não consigo persistir muito tempo em algo que não esta me agradando. Acho que mesmo que o dinheiro estivesse entrando aos montes, eu estaria insatisfeita. Dinheiro é bom, mas sinceramente eu não quero ser escrava do trabalho.
O jeito então era pensar numa alternativa e o que eu mais faço é pensar. Se algo não esta bom, vamos mudar. Sem lágrimas e desespero e sim com inteligência. Além do horário, infelizmente é nítido que algumas pessoas não querem me ver crescer. E para eu dizer isso, pode acreditar, é verdade. Demorei muito tempo desacretidando em olho gordo e inveja, mas agora vejo que existe.
Como eu moro numa rua transversal e um tanto escondida, fico "refém", dos meus vizinhos, meus principais clientes. E é aí que as coisas se complicam. 
E decidi não depender mais deles. Deus não abrirá portas nem janelas, se você não correr atrás. E o motivo da minha euforia, é que pretendo lançar oficialmente o Kit Festas Express esta semana e buscar novos clientes. Fiz o blog, panfletos, vou anunciar em jornais da minha região, outdor rsrsrsr. E ainda sim pretendo trabalhar num horário mais condizente com minhas necessidades.
 E como eu disse: eu penso muito. Como vou trabalhar com festas, pensei em como se faz papel de arroz, descobri e já comprei minha própria impressora. Tanto posso usar nos meus bolos, como revender somente o papel. E as ideias não param de chegar, pretendo trabalhar com convites, fotocubo...
E tudo isso só é possível por que tenho uma pessoa excepcional ao meu lado. Meu marido. É ele que financia os meus projetos, sem nem se questionar se dará certo.
Minha falou com ele sobre minha felicidade com os novos projetos e ele respondeu: mas feliz sou em fazerminha esposa feliz.

21 de mai de 2011

Comemoração atrasada

Com um dia de atraso, vim desejar feliz aniversário a duas pessoas muito queridas. Uma delas é real, presente e que me gerou a vida. A outra é ,virtual distante e responsável por eu ter tomado gosto pela blogesfera.
 Parabéns a  minha mãe e a blogueira Flávia Shiroma, do blog compartilhando idéias com uma mulher de 30 e poucos...mulheres tão especiais em minha vida, que até fazem aniversário no mesmo dia.
São duas personalidades distintas e que muito eu admiro. Uma tem pouco estudo. A outra já foi até jornalista internacional. Uma é simploria. A outra é culta e viajada. Uma é dura. A outra é doce. As duas guerreiras. As duas fantásticas.
Minha mãe não gosta de comemorações, mas mesmo assim fiz um bolinho, com um dia de atraso e celebramos mais um ano de vida. Que ela continue cheia de vida e saúde e que permaneça por muuito tempo ainda pegando minhas roupas e bolsas emprestadas, como se ela fosse a filha e eu a mãe!!!
E  aproveitando a oportunidade, fiz o kit econômico para celebrar os 61 anos da minha mãezinha:


Flavinha, depois de mais de uma década você esta comemorando seu aniversário no Brasil e este bolo também foi em sua homenagem, pena que mesmo mais perto, você ainda esta muito distante.
Que todos os seus sonhos se realizem, mas o que importa é que vocês estão juntos.

19 de mai de 2011

O preventivo

Ontem  realizei o exame preventivo e isto não seria nenhuma novidade se não tivesse sido realizado por homem. Sempre dei preferência a ginecologista mulher e claro, não por uma questão de competência, mais por puro pudor.
Pode parecer retrógado, mais abrir as "pernas" para um estranho, mesmo que sendo médico, não é algo que eu aceite com naturalidade. Prefiro ter alguma intimidade para fazer certas coisas, se é que vocês me entendem...rs.
Pois bem, desta vez não tive muito sorte. O exame estava marcado no posto de saúde próximo a minha casa e quem costuma fazer a colheta é uma enfermeira. Só que a enfermeira foi substituída por um ENFERMEIRO e quando me dei conta, pensei seriamente em dar meia volta. Que vergonha!!! Quase 35 anos e com vergonha de mostrar a "perereca"!!!
Enquanto aguardava a minha vez, reparei que o enfermeiro estava acompanhado de outra  profissional mulher e assim que entrei no consultorio fiz a temível pergunta: quem colheria o preventivo!? O enfermeiro teria que ficar na sala!?
Com pesar, ouvi a resposta: ela era estagiária e ainda não se sentia segura para realizar o exame. Tudo bem, eu não me importava que ela treinasse comigo, então lá fomos nós para o sacrifício.
E que sacrifício!!! A estagiária não achava o buraco certo e tive que deixar meus pudores de lado. Solicitei que o enfermeiro realizasse o preventivo e ele foi muito gentil: sei que é difícil mas tente relaxar, quanto mais nervosa, pior será... blá blá blá...
Imaginem a cena: pernas abertas, naquela posição ingrata que toda mulher já conhece, mãos nos olhos para esconder a vergonha e um homem e duas mulheres observando atentamente minhas partes íntimas.
Não é o cúmulo do constrangimento!?
Mas tudo pela saúde rsrsrs.
P.s: não consegui anexar fotos.

17 de mai de 2011

Rapidinha

Oi pessoal, hoje passei só para uma rapidinha rsrsrs. Estou atarefada com o novo projeto, mas amanhã as coisas começam a voltar ao normal.
Vim mostrar as fotos do primeiro kit de festas express, como eu precisava ter algo para divulgar e a minha vizinha não tinha muita grana, unimos nossas interesses e voilá:







A proposta do kit são festas práticas e econômicas. Já iniciei o blog da festa, mas como sempre não consegui  ter muito sucesso com o tal de html. Se alguém quiser ajudar a criar um layout bacana, fique a vontade em se oferecer rsrsrs.
P.s: meu presente de aniversário adiantado já esta a caminho e poderei blogar a vontade com um netbook todinho meu.
Bjs

9 de mai de 2011

Sim, Senhor

Como você encara a vida? É receosa (o) e diz não as oportunidades que se apresentam com medo de se expor ou se decepcionar ou é atirada (o) e diz sim  as oportunidades que se apresentam, pois sempre imagina que algo bom pode surgir e mudar sua vida?
Já faz tempo que assiti ao filme Sim Senhor com Jim Carey e a mensagem da comédia é que não devemos desprezar as oportunidades e que ao dizermos sim para a vida, podemos atrair muita coisa boa. Exageremos a parte, muitas vezes deixamos de fazer algo por mera expectativa negativa: como saber que um despretencioso convite para visitar uma amiga não fará você conhecer o homem dos seus sonhos? Parece bom demais para ser verdade? Pode acontecer!!! 
E quando o assunto é profissional? Você é mais otimista e arrojada ou prefere não correr riscos!? No último sábado eu estava assitindo uma aula de bolo artístico e a mulhereda estava eufórica, pois o tema era clube das mulheres. Conversa vai com conversa vem, uma das delas contou que sempre fazia esse tipo de aula, mas que testava as receitas apenas para a família, até que recentemente recebeu a encomenda de um bolo.
Eu, fazer um bolo? - disse ela. E não era qualquer bolo, era para uma emissora de televisão, para um programa de esportes e não é que a mulher topou o desafiou? Um amigo do filho dela, que havia experimentado seus bolos a indicou para a emissora e depois de um minuto de dúvida ela disse a palavrinha mágica: Sim, senhor.
Num dia só os familiares conheciam seus bolos, no outro estava em rede nacional. Só para constar, ela cobrou R$ 500,00.
Fiquei com esta história na cabeça e pretendo aprender esta lição. Se fosse comigo, teria ficado com medo, insegura, diria não e acaberia perdendo uma grande oportunidade. Quero ser mais otimista, acreditar no meu potencial e quando um cliente fazer uma encomenda, por mais trabalhosa ou inusitada que seja, eu esteja sempre pronta a dizer Sim, senhor.
Muitas vezes tenho medo de não dar conta, ou de não saber fazer, mas só vou crescer profissionalmente se encarar todos os desafios. 
P.S: esta semana vou preparar o primeiro Kit para Festas Express e vou estar bastante ocupada. Preciso dar também conta da Casa de Lanches, mas vai dar tudo certo, só vou me ausentar dos blogs um poquinho, mas já já estou de volta.
E não se esqueçam dizer para Sim para a vida!!!
Beijos

3 de mai de 2011

O judas e minha nova empreitada

Nos últimos dias dois fatos marcaram minha semana. Na verdade um deles aconteceu com meu marido, que como alguns de vocês sabem é policial militar no Rio de Janeiro. Há cerca de dois anos ele estava prestando serviço no Forum da nossa cidade, o que era muito bom. Pelo menos melhor do que trabalhar na rua. Ele já esta cascudo, tem quase 45 anos e cansou de correr atrás de bandidos. Trabalhar numa escala de segunda a sexta permitia que ele ficasse um pouco mais com a família, aumentava seu tempo de vida, já que a possibilidade de um confronto era mais remota e lhe permitia conciliar com o trabalho de segurança.
Semana passada tudo isso acabou. Um funcionário do forum, que se dizia amigo dos policiais, deu um "jeitinho" para que eles fossem transferidos, através de mentiras e intrigas. Um Judas, que sempre se mostrou prestativo, mas não exitou na hora de desferir o golpe quando lhe foi conveniente. E como missão dada é missão cumprida, lá estão meu marido e seus colegas afastados de seus antigos postos e tendo que se readaptar aos novos setores. E o que mais incomoda meu marido não é este fato, pois policial militar esta acostumado a hora estar aqui, hora estar ali, mas sim a trairagem e a covardia. De um homenzinho pequeno de tamanho e atitudes, que quando viu o circo pegar fogo, foi o primeiro a tentar tirar o seu da reta, dizendo não ter nada haver com os fatos.
Enquanto meu marido passava por esse revés, eu tentava tocar minha vida. Vi uma oportunidade de me formalizar e agora sou MEI ( Micro Empreendedor Individual). Deixei de ser "micro empresária informal" e agora sou mulher direita rsrsrs!!!
E as idéias fervem na minha cabeça. Estou cheia de planos e minha mente já não esta confusa, conforme disse post re- retrasado. Agora tenho Cnpj, alvará de funcionamento e já fui ao banco tentar conseguir uma máquina de cartão de crédito. Tive que abrir uma conta júridica e estou meio apavarada com os custos, mas muitos vezes precisamos ousar para avançar.
Me matriculei em novos cursos na área de buffet e pretendo começar a trabalhar com kits para festas, uma idéia antiga, que estou reeditando. Depois conto mais...E a vida continua, vejo o marido ainda menos que antes, mais estou cheia de ânimo e de esperança.