18 de abr de 2011

Confusão mental

Estou naqueles dias!!! Pensando em muitas coisas para escrever, mas tudo parece sem sentido. Normalmente quando faço um post, quase sempre é um insight. A idéia aparece e toma forma na minha mente, depois é só passar para a tela. Ou então quando alguma situação cotidiana  me chama a atenção. 
Já tem um certo tempo que venho pensando nos meus sonhos. E isto tem deixado minha mente muito confusa.

É tão maravilhoso quando se consegue realizar um sonho ou um desejo. Você passa anos sonhando com algo e enfim consegue realizar, no meu caso foi ter meu próprio negócio, A Casa de Lanches Pra vê Pra comê.
Mas  quando o sonho se transforma em realidade, deixa de ser fantasia e toma uma forma é hora de aprender a lidar com o concreto. Enquanto sonho tudo é maravilhoso. Enquanto realidade preciso administrar as pedras no caminho.
Gerenciar um negócio por menor que ele seja, como é o meu caso, é desgante, toma muuuito tempo e a proporção horas trabalhadas X lucro obtido muitas vezes é desigual. Tem dias que bate uma certa angústia, um certo desânimo e vontade de voltar a sonhar. 
Como alguns já sabem, a Casa de Lanches fica na minha própria casa e a convivência mais estreita que acabei desenvolvendo com os vizinhos é a grande responsável pelo meu estado confuso. Eu ganhei uma certa visibilidade e por conta do ambiente aconchegante muitas pessoas que eram apenas vizinhas se tornaram "amigas".
E confundem um pouco as coisas, umas não frequentam o meu estabelecimento temendo que eu fique rica as custas delas, outras ganharam "intimidade" e se acham no direito de pendurar a conta, pedir dinheiro emprestado, prancha de cabelo, bolsa, celular...Juro, tem semanas, como na última que passou, que 4 vizinhos me pediram dinheiro emprestado.
Ufa! Estou cansada. Por que algumas pessoas são tão pidonas? Por que são tão invejosas? Penso seriamente em me transferir para outro ponto, em que as pessoas sejam apenas clientes e não "amigas". Que saibam o mínimo possível da minha vida, que não passem o dia chorando as mazelas.
Como eu disse, preciso aprender a lidar com a parte prática do sonho, antes que ele se torne um pesadelo.
 Minha mãe me aconselha a tomar muito banho de sal grosso, para espantar o mal olhado rsrsrsrs!

 Uhu uhu!!!No feriado pretendo viajar para Cabo Frio e espero recarregar as energias e voltar novinha em folha. A muito tempo que não faço um passeio e espero que São Pedro colabore com a diversão. 

13 comentários:

  1. Realmente a proximidade de trabalho e moradia só é benéfica quando a pessoa realmente sabe administrar. Sei disso porque meu marido trabalha em casa e ele definitivamente, não sabe administrar e eu é que sofro. Mas a sua viagem certamente vai te dar novas energias, refrescar a cabeça e te fazer enxergar novas possibilidades.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Palulinha

    E muito dificil lidar com o ser humano ne?

    No exterior e pior ainda!!
    Aqui onde moro, acho que ja falei e uma vila que so tem brasileiros .mas e tanto fuxico e inveja que decidi me islolar, nao tenho contato com ninguem da vizinhaça.

    E oro muito que Deus tenha misericordia deles.

    ResponderExcluir
  3. Aiai ai hein!

    Que situacao constrangedora! TOmara que vc consiga um cantinho para montar seu negocio logo! Parabens pela realizacao do sonho.

    Obrigada pela dica para a comemoracao do meu aniversario com meu esposo. Creio que nao vai ser boring...rsrs

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. É, viver a realidade dos sonhos é sempre mais complicado, mas você irá conseguir. A fase de adaptação de tudo é sempre mais complexa. É como um casamento, a fase de adaptação em que você enxerga os defeitos, as manias, as coisas que você terá que se adaptar. Mas quando a gente quer muito uma coisa vai arrumando soluções... e assim também vai acontecer no seu negócio. Todos estes pequenos detalhes que estão te incomodando hoje terão soluções simples que você vai sacando no dia-a-dia e em breve estará aqui dando conselhos de como se livrar destas complicações de início de negócio. Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. PAULA QUERIDA..
    POIS É DIFICIL NÉ MAS A SOLUÇÃO SÓ VOCE PODE DAR...DELIMITAR O ESPAÇO DA SUA VIDA E DA SUA CASA DE LANCHES..OLHA NÃO DEIXE MESMO AS PESSOAS FAZER UMA MISTURA NA SUA VIDA..EU JA TIVE UM SONHO ASSIM..MAS ERA UMA FRANQUIA DE ROUPAS INFANTIS..E DESDE O COMEÇO JA DELIMITEI O QUE SERIA AMIZADE E NEGOCIO QUE SÃO DUAS COISAS DISTINTAS...SABE VOCE TEM QUE AGIR PROFISSIONALMENTE NA SUA CASA DE LANCHES..SE CHEGAR PESSOAS PRA FICAR SEM AFZER NADA..NÃO DE ATENÇÃO DIGA QUE ESTA MUITO OCUPADA..NO SEU DIA DE FOLGA ATENDA SIM SEUS VIZINHOS MAS NA HORA DO TRABALHO DEIXE ELES SABEREM QUE NÃO TEM JEITO..E ISSO NÃO É ERRADO QUEM DE FATO FRO SEU AMIGO AMIGA VAI ENTENDER COM CERTZA SE NÃO ENTENDER DEIXE IR POR QUE NÃO ERA SEU AMIGO..QUANTO EMPRESTAR DINHEIRO QUER PERDER AMIZADE EMPRESTE..EU TENHO UM CASO DE EMPRESTAR GRANA QUE DEU B.O. ESSES DIAS SABE FOI UMA SITUAÇÃO TÃO RUIM QUE FIQUEI MUITO MAL.E PROMETI NÃO EMPRESTO NUNCA MAIS A NINGUEM..AGORA MUDAR DE PONTO EU ACHO QUE SE FOSSE VOCE PENSAVE BEM..MUDAR DE PONTO SIGNIIFICA PAGAR ALUGUEL,SDESPESAS COM MUDANÇA DE FIRMA DA TRABALHO E DESPESAS..SE FOSSE VOCE DELIMITAVA O TERRITORIO E NÃO MUDAVA NÃO..ELES QUE DEVEM SABER O LUGAR E EMPRESTAR COISAS GOSTO NÃO SRSRS SRSRSR TENHO UMA VIZINHA SO QUE A GENTE SE AJUDA QUANDO ACABA LEITE SAL ETC..O RESTO NÃO EMPRESTO NADA SRSRS
    QUERIDA PENSE BEM DESCANSE TAMBEM VOU VIAJAR BEIJOS
    OTILIA
    OBRIGADA POR SEMPRE IR NO MEU CANTINHO

    ResponderExcluir
  6. Paulinhaaaaa
    Sabe acho q se vc mudar de ponto não vai adiantar mt pq vc vai acabar criando uma amizade com os novos clientes...
    Bjokas e curta mt o feriadão

    ResponderExcluir
  7. Olha! Trabalho e casa tem que estar separados, exceto se seu trabalho não tenha que lidar com gente diretamente. No seu caso imagino o quanto deva ser desgastante, acho que antissocial do jeito que sou iria morrer de angústia na primeira semana... rs

    Sinceramente separar o trabalho da sua casa é uma grande idéia, algo que deve virar seu próximo sonho mesmo...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  8. São Pedro vai colaborar e você vai repor as energias.
    Eu, provavelmente, como sou bem assertiva (às vezes meio grossa mesmo)já teria colocado um paradeiro no pede-pede. Se você não quer perder a amizade dos vizinhos, mude-se. Ou comece a dizer que vai mudar por que você tem um negócio e não uma ong.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  9. Ihhhh.. esse tipo de situação é mesmo complicada. Há pessoas totalmente sem noção que ultrapassam os limites da sanidade, não sabem diferir as relações...
    Mas calma, minha amiga, tudo irá se resolver. Vá para o seu feriado, relaxe e siga o conselho da sua mãe, por via das dúvidas. rsrrs
    Bjim

    ResponderExcluir
  10. Não sei lhe responder o porquê disso... Às vezes também tenho dias assim, em que tudo parece estar do avesso e às pessoas pedindo, reclamando... Precisamos ter uma dose extra de paciência. Que Deus lhe dê força para superar esse momento.
    Beijo
    Adri

    ResponderExcluir
  11. Oi Paula!

    Realmente, não é nada fácil não. Ainda mais por ser sua casa o local de trabalho. Acho que o ser humano ainda tem muito a evoluir. Não podem ver ninguém dar certo que logo se tornam ou invejosos ou chupins. Affe, tá louco. As pessoas olham só para o próprio umbigo, isso sim. Não estão nem aí pra ninguém, só pra elas mesmas. Infelizmente.
    Desculpe o desabafo, bom passeio pra vocês no feriadão.

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Ficarei muito feliz se quiser deixar seu comentário.