23 de jan de 2011

Eu, ele e a outra ex

Se conviver com uma ex-mulher pode ser complicado, imagine com duas? Eu vivo essa realidade e mesmo querendo escrever sobre outros assuntos, o que eu gosto mesmo é escrever sobre relacionamentos, comportamento e também cotidiano. Não tenho talento para a poesia e sou muito basiquinha para dar dicas de moda rsrsrs, então vamos a mais um post sobre minha família estendida e como lido com ela.
Eu sempre tive uma vida sentimental meio morna, namoros comportados e sem grandes abalos emocionais. Até que me envolvi com meu marido e em pouco tempo tive mais adrenalina do que imaginei ser possível. Qualquer dia tomo coragem e escrevo sobre nossa história de amor, mas enquanto esse dia não chega, vamos a adiante.
Meu marido parece ter uma vida meio atribulada, mas juro que ele é comportado, só teve alguns acidentes de percurso e por irresponsabilidade, gerou uma filha numa transa casual (antes de me conhecer) e eu que sempre evitei complicações, me vi envolvida com uma espécie de seu Flor e suas duas ex-mulheres.

E como desgraça pouca é bobagem, a mãe da primeira filha dele mora na nossa rua, quase em frente a nossa casa. No início eu achava meio estranho, mas não é que com o tempo fomos nos aproximando? Ela me trata carinhosamente, me respeita, sabe o seu lugar e não se aproveita que tem uma filha para exigir mais direitos do que lhe cabem. E como cada uma respeita seu papel, conseguimos viver em perfeita harmonia.
E assim eu vou vivendo e aprendendo. A vida não é um mar de rosas, mas não precisamos fazer dela uma coroa de espinhos. Cada relacionamento tem seu obstáculo específico, mas se a relação vale a pena, precisamos aprender a superar as barreiras. Com calma e com sabedoria.

Obrigado a todos pela participação carinhosa. Continuem vindo sempre aqui, gosto muito de compartilhar certas coisas com vocês.

18 comentários:

  1. Parabéns a você, por ter superioridade de espírito e se aproximar dela mesmo sabendo do envolvimento anterior com o seu marido, e a ela, por entender o seu lugar na vida dele e não impedir a sua felicidade com você.
    Gosto dos temas que escreve, acho que tem talento para essa área;acredito que os blogs devem ser direcionados para o que temos de melhor, como você faz.
    Beijocas
    Adri

    ResponderExcluir
  2. Paula, maturidade é tudo. Mas fácil não deve ser. Eu em seu lugar não quereria nem ver...então parabéns pela maturidade

    Beijossssss

    ResponderExcluir
  3. ô Paula,ainda bem, não é?? pensa ai, se vc não se desse bem com as duas? melhor assim e se a outra ex é gente boa, não tem pq não se dá bem com ela..parabéns, lindona!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Paula!

    Tudo bem linda?!

    Então, tenho aquele meu outro blog "Pensamentos da Mila" que tem uma línguagem mais poética, nele escrevo sentimentos alheios aos meus, mas tem muito de mim também...
    Já esse outro, que leva apenas meu nome, " Mila Lopes" é pessoal mas bem discreto, rs
    e pode ficar bem a vontade para comentar como desejar, sempre adoro encontrar vc por lá. As pessoas podem até achar estranho, mas lembro de cada seguidor meu, é maravilhoso compartilhar sentimentos, rs...Adooorooo!

    Bjs e, obrigada por visitar-me, é uma honra pra mim...
    Desculpa por escrever tanto, rs, se tiver erro vai descontando, tá?!rsrs
    Ótima semana!

    Mila

    ResponderExcluir
  5. Falei tanto e nem comentei do seu poste menina, desculpa...
    Desculpa!

    então, a vida como ela é...

    "A vida não é um mar de rosas, mas não precisamos fazer dela uma coroa de espinhos"

    Adorei, pura verdade!

    Bjinhos novamente =)

    Mila

    ResponderExcluir
  6. Oi, Paula, você tem razão, cada um tem seu ponto de vista de acordo com as suas convicções, eu apenas disse qual era o meu e como agi numa situação do meu passado, eu acho que não existem receitas para relacionamentos darem certo até porque as pessoas são muito diferentes umas das outras e muito mais complexas do que demonstram ser, isso meus anos de psicologia me eninaram bem. Quando estamos falando de relacionamentos afetivos, que envolvem duas pessoas, estas precisam admirar a outra para dar certo, se a sua conduta fez o seu marido te respeitar mais é prova de que está com a pessoa certa para você, já o meu marido, me admira por eu ser como eu sou. O mais importante é que você esteja feliz na sua relação da forma como ela é e é claro que todo relacionamento tem obstáculos, mas a depender do tipo de obstáculo, as pessoas podem saber lidar melhor com uns e não com outros. Eu respeito muito a sua postura, mas não acho que seja superior ou mais madura do que a de alguém que não aceitasse a situação e colocasse isso de forma direta, acho apenas que são tipos de personalidades diferentes, que atraem pessoas diferentes e lidam de forma diferente com o mundo ao seu redor. Desculpe não ter respondido no post original, mas vi que este dá prosseguimento a história.

    Beijos! Desejo que vocês dois estejam cada vez mais próximos e unidos!

    ResponderExcluir
  7. Eu admiro você por sua postura sempre muito tranquila diante destas situações. Eu sou muito passinal, não sei se agiria bem já que morro de ciúmes até de tudo...

    Beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
  8. Hehehehe
    Adorei seus dois útimos post`s...ele mostra a realidade da familias de hj né... meus relacionamentos sao bem confusos, tenho 3 filhas e meu namorido faz de tudo pra se dar bem com o pai da minha mais velha, mas ele faz questão de inferniza mesmo, ele é pior que mulher recalcada sabe, mas meu namorido o trata com respeito :)

    Bom ler histórias assim heheh
    Passando tbm pra agradecer o comentário no post do blog da Amanda Luna http://www.sermulhereomaximo.com.br/2011/01/divulgacao-do-trabalho-de-uma-amiga.html
    eu ja te seguindo e em breve terei novidades no blog :)
    Beijo
    Dany
    http://danitiepo.com.br/dany/que-roupa-usar

    ResponderExcluir
  9. Amei a frase "A vida não é um mar de rosas, mas não precisamos fazer dela uma coroa de espinhos." É pura sabedoria.
    Engraçado que quando a gente depara com certas coisas acha que vai ser difícil e se derrota antes mesmo de tentar. Depois acaba vendo que consegue. Do jeito que vc conseguiu.
    Ah sua mãe tem que tentar as coisas. Fazer uma dança por exemplo. Ela vai adorar.
    Beijos e ótima semana.

    ResponderExcluir
  10. Oi Paula!!
    É vc tem razão temos q tentar viver harmoniosamente com as pessoas! Se ela te respeita e sabe bem o lugar dela não tem motivos para vc virar as costas pra ela...
    Bjus

    ResponderExcluir
  11. Parabéns, querida. Isso é sinal de maturidade. Não é todo mundo que levaria essa situação da forma que levas. Tb quero agradecer pela visita lá no blog. Muito obrigada, viu?
    Bjokas

    ResponderExcluir
  12. Oi Paula, tudo bem?
    Te achei no blog da Suzala e já gostei do seu blog! Estou te seguindo, viu?
    beijão!

    ResponderExcluir
  13. Estamos com saudades dos seus posts!!!
    Beijocas
    Adri

    ResponderExcluir
  14. Paula, acabei de chegar do oftal. Meu grau aumentou bastante affffffff Foi pra 7,25 de miopia.
    Ele me sugeriu cirurgia. O que vc acha? Eu uso lente de contato direto. Só uso óculos em casa a noite. Será que vale a pena?
    Então, to tentando me reeducar. Hj gastei 2,90 num lanche com muita dor rsrsrs
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Muito obrigada viu? Se Deus quiser realizarei sim, só tenho que ter um pouquinho de paciência (ai como é difícil!)!

    Beijão, estarei sempre por aqui :)

    ResponderExcluir
  16. Ex é sempre ex. Me sinto mais à vontade ao lado de um ex do que de algum desconhecido da minha mulher. Afinal, ela dispensou o ex e sabe que não lhe serve. E se foi por ele dispensado, idem. Mas o desconhecido, este sim, ninguém provou...rsrsrs E por isso mesmo pode ser ameaçador.

    Mulheres que, como ex, tentam interferir na vida do ex-marido são como aquelas pessoas insensatas que, mesmo não sendo coisa alguma do outro, vivem tentando meter o bedelho nos assuntos que não lhe dizem respeito. A estas(estes) temos a vantagem de dar respostas incisivas sem perder a compostura. E, nesse caso, cabe ao ex afrontado a presença de espírito de dar um "volta pro mar ofenrenda" na insensata...rsrsrs

    ResponderExcluir
  17. Oi amiga!!

    Uma ex eu aguento "daqueeeeele jeito".

    Mas, duas????

    Puts, aí você tem que amar muuuuuuuuito o seu marido hein???? Tem que valer muuuuuuuuuito a pena!

    Você disse que a vida não é um mar de rosas, mas não precisamos fazer dela uma coroa de espinhos. Porém, todo ser humano deve ter limites e se impôr, só aceitar certas coisas quando achar que vale a pena.

    Acho louvável essa sua generosidade, paciência e fortaleza! Aff... não sei se teria tanta paciencia assim não amiga! Mas, se vale a pena, se seu maridão faz jus, então se joga e seja feliz!!!!

    Beijão!!

    ResponderExcluir
  18. Oi Paula...Deus coloca certas aprovações em nossas vidas não? Acredito que você esteja passando por elas, diga-se de passagem, com louvor... Não sei se teria a mesma paciência e educação que você, só passando por tal situação para saber.
    Até que com a ex que mora em sua rua tudo bem, ela sabe se colocar no seu devido lugar, ser sensata, mas com a outra a da viagem...sem chance acho que teria perdido a cabeça...não só eu como meu marido também...
    Parabéns por ser Guerreira, Mulher Maravilha, admiro sua capacidade.
    PS: Obrigado por me seguir, você nem imagina o tamanho da minha felicidade quando te vi lá no blog, meu marido estava do meu lado ele até estranhou e me perguntou se você era alguma amiga minha de infância que eu havia reencontrado... rsrsrs... tudo isso foi o tamanho da minha empolgação. Já li o post da Flá e me ajudou bastante, obrigado pela dica beijos e seja sempre bem vinda!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Ficarei muito feliz se quiser deixar seu comentário.