9 de set de 2010

Desabafo: o triste fim de um feriado

O que eu mais gostaria na vida é ter um casamento mais normal.Daqueles que o marido sai para trabalhar de dia e volta a noite, janta, assite tv juntos, comenta sobre o noticíario, faz um passeio no fim de semana, essas coisas. Infelizmente, por vários motivos, minha rotina esta bem longe disto. O principal deles é a falta de tempo, já disse em outros posts a correria que é a vida do meu marido, ele tem dois empegos, no qual um trabalha de segunda a sexta das 8: 00às 17:00 e no outro a noite, das 19:00 às 7:00 dia sim dia não. Isso significa que ele passa mais de 36 horas seguidas fora de casa e quando chega esta tão cansado que mal sobra tempo para coisas básicas e corriqueiras. Durmo sozinha uma noite sim e outra não e já foi muito pior, chegava a ficar 2 ou três dias  sozinha., numa casa grande e vazia.
Os fins de semana são um caso a parte, num dia ele pega a filha para ficar com a gente e no outro vai trabalhar a noite (ex: sábado ele pega a menina e domingo ele trabalha) Isto impossibilita qualquer passeio a dois, o que se repete nos feriados. Desta vez, tentei me antecipar e combinei com ele que seria legal sairmos juntos para variar, "ver gente", como gosto de dizer. Tudo acertado, ele pegou a filha no fim de semana, pagou alguém para tirar o serviço dele e eu fiquei de trabalhar na terça-feira apenas meio período.
Já na segundo-feira os planos começaram a ir por água a baixo. Contrariando o combinado, ele decidiu pegar a filha no dia do feriado, ficou de devolver para a mãe a tarde e depois sairmos. Como eu iria trabalhar neste período, não criei caso. Certas coisas é melhor deixar quieto. Só que na terça tudo desandou, minha mãe que me ajuda na casa de lanches foi sair e eu fiquei sozinha, sobrecarregada por conta do grande movimento. Conclusão: não consegui fechar no horário, ele não me ajudou em nada por que tinha que dar atenção à filha e no final da noite eu estava tão cansada que só queria descansar. E para piorar a situação, a mãe da menina passou o dia todo ligando, o que definitivamente azedou o meu humor, já que não suporto a mulherzinha.
Meu marido não entendeu nada, homens são incapazes de ver a mesma situação pela nossa lógica e ficou muito irritado quando eu disse que não sairia mais. Rolou um estresse danado, ele ameçou sair sozinho, afinal ele já havia pago um pessoa para trabalhar no lugar dele só para que pudessemos sair.
 Como detesto climão, fiz questão de expor meus sentimentos e  no final ficou tudo resolvido. Infelizmente não rolou o sonhado passeio a dois, quem sabe em outra oportunidade...

7 comentários:

  1. Fica legal né Paula.
    Tenha paciência amiga vc leu o texto que postei...
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Amiga, fiquei quase uma semaninha sem visitar vocês, minhas amigas blogueiras. Parece que fiquei um ano ausente! Quanta saudade...

    Olha, quanto ao que vc escreveu, imagino o quanto deve ter ficado chateadinha, pois planejou ficar com o seu maridão, deve ter tido mil idéias... Mas, por experiência própria, você não é a única que se frustra após planejar algo.

    Isso acontece com muitas pessoas. O lance é saber lidar e ter em mente que em breve vocês terão outra oportunidade. Fique tranquila e não se esqueça: "O que importa é que vocês estão juntos"! (lembra desta postagem?)

    Um beijo minha linda.

    ResponderExcluir
  3. Hum :s diante de tdo isso... eu não sou a melhor pessoa para dizer o que é bom ou não neh...mesmo pq... nem sei o que é um casamento.... mas assim, desejo e te mando energias positivas, otimas vibraçoes...e que vc tenha paciencia...afinal... a ex mulher eh passado pq deixar ela ter o poder de irritar??? o melhor eh fazer de conta q nem sabe q ela ligou, fingir q ela nem existe e assim vai indo...uma coisa te digo esse lance de pai e filha.... ficar se vendo bla bla bla, não dura por mto tempo :s quer dizer... não que eu espere que ele faça isso com a filha dele, mas geralmente os pais cansam de ser pais... isso aconteceu comigo praticamente d imediato qdo minha se separou, e aí vi a mesma coisa com o pai da minha irmã, tdo bem ele é presente tal..mas sem aquele lance de ficar pegando ela direto sabe...essas coisas enfim, só o tempo pra te dizer .... nem sei se o que eu disse foi bom ... :s mas te desejo tdo de ótimo tah ...pq eu sei que vc merece.

    Ps: sobre...eu... ta tdo bem.... na vdd eu me desesperei a toa.... tdo em ordem.
    Beijo de luz pra vc

    ResponderExcluir
  4. Em 4 anos de relacionamento o que mais cultivo é a paciência, senão a relação já teria acabado faz tempo. Precisei aprender a ceder e me conformar com certas situações. As vezes fico triste por não poder curtir só nós dois, mas nada na vida é pereito.
    Hoje em dia já lido muito bem com isso, mas claro que as vezes tenho uma recaída.
    bjs, obrigada pelos conselhos

    ResponderExcluir
  5. Humm...imagino o qt deve ser dificil! Minha vd tb é mt corrida. Trabalho em sete estados diferentes e o namorido em quatro. Quando um está em ks raramente o outro está... Mas te digo, as vezes agente tem que aprender a dançar a musica da vida! Quer um coselho qd seu esposo tiver em ks, faz programinhas que ele possa participar. Tipo seção de cinema em ks, pipoquinha, caminha quentinha e de preferência filmes românticos ou comedia! Nada de terror...distancia... Ou mesmo um jantar especial só para conversar um pouquinho. O pouco é melhor que nada!
    Espero ter ajudado...
    Bjs e uma otima semana...
    http://garimpus.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ceiça,fazemos exatamento isto. Sempre que ele esta em casa aproveitamos para assitir um filminho deitados juntinhos.
    bjs, obrigada por comentar.

    ResponderExcluir
  7. Menina, só tem uma coisa a fazer, ter paciência. Lá em casa meu pai tbm tem horários estranhos. Passou anos trabalhando de madrugada, segundo ele ainda era melhor porque podia ir nas reuniões de família, mas minha mamis não curtia muito porque a casa tinha que ficar em silêncio pra ele dormir durante o dia.

    Agora ele trabalha das 18 as 23. Ele não curte muito o horário porque nunca pode ir nos encontros de família, mas qndo aparece um com antecedência ele dá um jeito de trocar a folga e ir. Mas quando não consegue mamis tem que ir sozinha, coisa que ela não curte muito.

    Mas é assim mesmo. Claro que seria melhor se os horários de vcs batessem, mas se não dá, tem que rebolar para fazer dos horários livres "festa".

    Beijocas

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Ficarei muito feliz se quiser deixar seu comentário.