4 de out de 2010

Marido comTPM


As vezes ouço algumas mulheres comentando sobre a falta de diálogo com os maridos, que eles chegam do trabalho e não perguntam como foi o dia delas e nem contam sobre o dele e que sentam em frentre a televisão e ficam mudos.
O meu já é completamente diferente, ele é animado e comunicativo, adora comentar sobre o seu dia-a-dia e até telefone para contar sobre algum fato corriqueiro e segundo ele, aprendeu a ser "fofoqueiro" comigo.
Mas tem dias que bate a TPM nele e aí fica quieto, murchinho e com cara de poucos amigos. No início da relação essa situação me incomodava bastante, eu achava que havia feito algo errado ou que ele estava se desinteressando de mim. Coisa de mulher boba, imatura, insegura e apaixonada.
Eu perguntava o que estava acontecendo e ele sempre dizia que não era nada comigo, mas nunca explicava o que se passava na cabeça dele. Aquilo me angustiava, eu estava acostumada com um papagaio e de repente estava diante de uma mula. E quanto mais eu perguntava o que esta acontencento, mas ele ficava invocado.
Com o tempo fui aprendendo a lidar com a situação e quando ele fica "naqueles dias", eu fico na minha, deixo ele curtir sua "fossa", sem perguntar a cada 2 minutos o que está acontecendo.
Depois de 1 dia ele costuma voltar ao normal e o mais engraçado é que eu não tenho os sintomas clássicos de TPM, não sinto cólicas e raramente apresento mudanças de humor.
Na vida a dois, o mais difícil é saber respeitar o espaço do outro, mas quando você aprende essa regrinha básica, as coisas fluem com muito mais harmonia. E não podemos nos esquecer: enquanto nós mulheres gostamos de externar o que estamos sentindo e adoramos  abrir nosso coração, os homens são mais reservados e lidam com os sentimentos e as adversidades de forma muito mais particular.   

3 comentários:

  1. Para se conseguir viver a dois, não tem jeito, a palavrinha magica do sucesso da relação é RESPEITO, do mesm ojeito que as vezes a gente fica borocoxô eles também ficam e aí o negócio é dar bastante carinho e esperar passar!!
    beijuu
    www.sermulhereomaximo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Paula muito verdadeiro seu post! Precisamos saber olhar as pessoas e entender seu espaço e funcionamento!
    Adorei!
    beijocas,
    Mari

    ResponderExcluir
  3. Paula, eu li o livro "Pq os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor?". É muito interessante e mostra a diferença entre homens e mulheres no ponto de vista científico. Acho q vc vai gostar e até se veja, como eu me vi, em algumas situações engraçadas.
    Beijos, Camila.
    odesabapho.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Ficarei muito feliz se quiser deixar seu comentário.