25 de out de 2010

Preciosa História de amor



A moça desta foto se chama Katie Kirkpatrick, e tem 21 anos. Ao lado dela está seu noivo Nick de 23 anos..


A foto foi tirada pouco antes da cerimônia de casamento dos dois, realizada em 11 de janeiro de 2005, nos EUA. Katie tem câncer em estado terminal e passa horas por dia recebendo medicação. Na foto Nick aguarda o término de mais uma de suas sessões.
Apesar de sentir muita dor, de vários órgãos estarem  apresentando falências e de ter que recorrer a morfina, Katie levou adiante o casamento e fez questão  de cuidar de todos os detalhes.
Um acessório inusitado na festa foi o tubo de oxigênio usado por Katie. Ele acompanhou a noiva e toda a cerimônia e na festa também.O outro casal da foto são os pais de Nick, emocionados com o casamento do filho com a mulher de quem ele foi namorado desde a adolscência.
Katie, sentado em uma cadeira de rodas e com o tubo de oxigênio, escutando o marido e os amigos cantando para ela.

Katie, sentado em uma cadeira de rodas e com o tubo de oxigênio, escutando o marido e os amigos cantando para ela.

Katie morreu 5 dias depois do casamento. Ver uma mulher tão debilitada vestida de noiva e com um sorriso nos lábios nos faz pensar...
A felicidade sempre esta ao alcance, dure enquanto dure, por isso devemos deixar de complicar nossas vidas...
A vida é curta por isso,

Trabalhe como se fosse seu primeiro dia
perdoe rapidamente
beije demoradamente, ame verdadeiramente
ría incontrolavelmente
e nunca deixe de sorrir
por mas estranho que seja o motivo.
A vida pode não ser a festa que esperamos
mas enquanto estamos aqui, devemos sorrir e agradecer...


Recebi esta mensagem por e-mail. Boa semana a todos, sem nunca esquecer de agradecer por estar vivo!!!



4 comentários:

  1. Olá Paula!

    Caramba, que coisa mais tocante.
    Sabe que virei fã desse cara? Não foi por causa de uma debilitação física que ele abandonou sua namorada ou deixou de se casar. Histórias como essa só me fazer ter a certeza de que o amor vale a pena ser vivido, e como vale.

    Um bom dia pra você, minha amiga!


    Heitor.

    ResponderExcluir
  2. Oi oi Paulinha, nossa essa história eh linda mesmo, parece até filme, eu também recebi ela há alguns dias atrás e me tocou bastante, é sempre bom a gente ver que o amor existe de forma incondicional neh, e isso nos faz bem e nos faz lembrar que podemos sempre amar um pouco mais. :D... beijO de luz pra vc !!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Paulinha, é isso mesmo! A história eu tb já tinha recebido por email!
    É muito importante a gente saber o valor da nossa vida e parar de reclamar por pouca coisa.
    beijocas querida,
    Mari

    ResponderExcluir
  4. Eu já conhecia esta história.
    Mesmo assim, me comovo cada vez que releio.
    Compaixão, ternura e amor ao próximo não têm limites!
    Beijinho!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Ficarei muito feliz se quiser deixar seu comentário.