8 de out de 2010

O fenômeno da internet


Certas coisas me deixam com a pulga atrás da orelha. Eu acredito que a internet se tornou um fenômeno justamente por esta especificidade (ui, aprendi esta palavra na faculdade e ainda não havia tido a oportunidade de usá-la aqui!) produzir fenômenos.
Se a velocidade da informação e a capacidade de comunicação surpreende até a nós produtos deste meio, o  achariam nossos ancestrais, diante de tamanha evolução e revolução tecnólogica?
Dias desses ganhei uma nova seguidora, que disse ter gostado muito do meu blog e que era para eu visitá-la e se gostasse, segui-la também, aquela praxe de sempre. É muito lisonjeiro ganhar seguidores e ao me direcionar para o blog dela para agradecer a visita, me surpreendi com o seu número de seguidores: na data eram mais de 700 e o blog dela  foi criado no dia 15 de junho de 2010, pasmem vocês. 
 Hoje, uma semana depois desta visita, já são mais de 860 seguidores e eu com o mesmo tempo de blog estou na lanterninha com 29 seguidores.
É por este motivo que estou considerando a Simara, do Blog plantão da beleza o novo fenômeno da internet. 
No seu perfil, muito sucinto, ela se descreve como cabelereira, manicure e artesã e com a minha alma de repórter investigativo, deu uma geral nas suas postagens, mas não encontrei nenhum post pessoal, ela basicamente posta sobre dicas de beleza.
Confesso que estou curiosa para saber mais sobre a Simara, o que a levou a escrever o blog e quais são seus sonhos e objetivos. 
Do jeito que a coisa caminha, na semana que vem ela terá conquistado 1000 seguidores em menos de 5 meses, sonho de muitos blogueiros. 
Acredito que a receita para este sucesso meteórico seja seguir uma infinidade de blogs e pedir cariosamente retribuição pelo gesto.
Quanto a mim e a meu blog, estou muito satisfeita com meus 29 seguidores, que na prática devem ser uns 10, já que muitos não comentam e eu não tenho pretensão nenhuma quanto aos números.Não fico em busca de blogs para seguir e jamais pedi que retribuissem meu gesto. Gosto que as coisas caminhem suavemente e sem pressão.
Estou super satisfeita com o blog do jeitinho que ele está e para mim não tem preço poder exprimir o que sinto e exercer todas as profissões que admiro: jornalista, escritora, psicóloga, conselheira, amiga...


6 comentários:

  1. Ê, Paula!

    Ainda bem que não esqueceu de escrever "psicóloga" Rs. Mas olha, não esquece que número não conta tanto. O que faz algo ser realmente bom é o conteúdo dele. E o seu tá repleto. E pode apostar, que Estou muito satisfeito em seguir esse blog, tanto com o conteúdo como com a "amiga psicóloga" que conquistei. Rs

    Um abraço!


    Heitor.

    ResponderExcluir
  2. Hey Paulinha eu também observei que muitos blogs que não são pessoais e que somente dão dicas de beleza e demais são bem populosos.
    Mas como disse Heitor "o homem apaixonado" (muito fofo o blog dele), o conteúdo é tudo!
    beijocas,
    Mari

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. não importa o numero de seguidores, importa voce escrever o que sente.
    beijo!

    ResponderExcluir
  5. Paula,
    Este post poderia ter sido escrito por mim.
    Não gosto da pressão para seguir de volta blogs que me seguem. E números não dizem muito. Há muitos blogs (não sei se é o caso do blog citado por você) que impõem a regra de seguir para entrar em sorteios e promoções. Eu não concordo, mas entendo quem faça, especialmente blogs literários e de beleza. Daí os números crescem, mas na verdade quase não há interação.
    Enfim, falando em segui, vim agradecer por você acompanhar meu blog.
    E, já que gostei daqui e do seu jeito desencanado de blogar, vou arredondar esse número para 30.
    Beijosssssss

    ResponderExcluir
  6. Oie!!
    Também já encontrei blogs meteóricos e muitas vezes nem entendi por que tinham tantos seguidores.
    Será que tem algum segredo???
    Obrigada por seus comentários sobre a festinha da Cecí. Amei!!
    Bjs,So

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Ficarei muito feliz se quiser deixar seu comentário.