14 de dez de 2010

Ninguém morre me devendo

Peguei essa frase emprestada da minha mãe, que apesar de ser uma ótima pessoa, tem a tedência a guardar mágoas. Se alguém faz algo que a desagrada, lá vem a frase: "niguém morre me devendo". Pois então, apesar de não pensar como ela, achei que a frase viria a calhar.
Este post é a continuação sobre O caloteiro, daí o título de hoje, que a princípio seria "Cobrando a dívida", que foi exatamente o que fiz. No domingo, parti com a cara e com a coragem para a casa do caloteiro e consegui encontrá-lo em casa.
Quem me conhece pessoalmente e quem lê meu blog imaginam que sou uma pessoa calma e controlada e estão com a razão. Mas quando me tiram do sério, aí já era.
Não economizei nos desaforos ao cobrar a dívida e o chamei de mentiroso na lata. E quando ele disse que não tinha o dinheiro naquela hora, eu disse que não iria embora com as mãos abanando. Foi hilário!!!
Fiz cara de brava, eu estava brava mesmo e quanto mais ele agumentava, pior ficava. Até dizer que estava indo trabalhar a pé, ele disse, mas como acreditar em tamanho canalha? E ele pedindo confiança...para eu esperar mais um pouco!!! 
Fiquei firme, me valendo da minha alta estatura rsrsrsrs e a mulher do caro decidiu resolver o impasse: mandou a filha me entragar o dinheiro e eu voltei para casa satisfeita.
Como diria minha mãe: "ninguém morre me devendo!"
E meu marido que não vale um tostão, disse que me arrumará um emprego de como cobrador de agiota!

8 comentários:

  1. Hahaha!!
    Você está certíssima Paulinha, mas hoje em dia a violência é tão grande que, mesmo com a razão, devemos tomar cuidado na hora de fazer cobranças. Que bom que no seu caso tudo terminou bem.
    Imagino o seu alívio na hora em que recebeu o dinheiro e viu ali nas suas mãos.
    Da próxima vez, leve seu marido junto para fazer escolta policial viu? rs

    Um beijo e parabéns pela "macheza"!!! rs

    ResponderExcluir
  2. kkk, cobrador de agiota?rss seu marido deve ser engraçadíssimo!!rsss
    Concordo com a flavia, na próxima leve seu "segurança particular" e parabéns pela macheza!!!
    beijão
    www.sermulhereomaximo.com.br

    ResponderExcluir
  3. É por essas e outras que tenho verdadeira "alergia" à qualquer tipo de venda. Não tenho cara pra cobrar ninguém. POde ser até uma falha de carater da minha parte, mas não consigo cobrar alguém, por mais que esteja me devendo sem que EU fique constrangida. Admiro quem, como você, sabe correr atrás de uma dívida e cobrar.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. uhsuasuaush
    Isso aí menina...

    Bjs

    Mila

    ResponderExcluir
  5. kkk, muito bom Paula, tem que fazer isso mesmo!!!
    Se fosse eu no seu lugar chingaria o cara até a última geração dele, mas nunca iri lá cobrar o dinheiro!!!
    parabéns pra você!!!

    Um Abraço

    ResponderExcluir
  6. Ai Paula!
    Apesar da sua mamys estar certíssima, vi que para você não tem tempo ruim! É daquelas que Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima!
    Muito corajosa mesmo! Tenho certeza que ele vai pensar 2 vezes antes de pedir fiado de novo!
    Bom restinho de semana!
    Bjokas!
    ^^

    ResponderExcluir
  7. Paula,
    te admiro, eu ficaria xingando até a última geração do cara, mas não iria sozinha cobrar no portão dele.
    abs
    Jussara

    ResponderExcluir
  8. hahahaha muito bom Paula. É isso aí. Sou meio devagar na hora de cobrar. Parabens por vc ser assim.
    Então, ri muito com seu comentário no meu blog rsrsrs
    Nunca ouvi essa palavra, nem nesses comerciais. rsrsrs
    Beijos!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Ficarei muito feliz se quiser deixar seu comentário.